t: +55 16 3373-9428

Histórico

Antecedentes

O embrião do NUMA foi o Laboratório de CAD/CAM criado em 1988, onde foi montado o projeto CIM Tupiniquim. Em 1989 foi montado o primeiro Projeto CIM do país, com apoio do Programa RHAE/CNPq do MCT (Ministério da Ciência e Tecnologia). Em seguida foi aprovado um projeto FINEP para construção de uma Fábrica Integrada Modelo (FIM), onde já existia a proposta de criação do NUMA. Naquela proposta o NUMA seria o elo de ligação entre a Universidade e empresas. Em 1991 iniciou-se o Convênio USP/IBM visando o fornecimento de equipamentos de hardware e software. No ano de 1992 foi aprovado um projeto temático na FAPESP para dar continuidade à construção da FIM.

Em 1993 foi aprovado um projeto junto ao BID/USP para a construção de um prédio para abrigar a FIM. No biênio 1995/1996 esse prédio foi reformado com apoio da FAPESP para abrigar os laboratórios de Simulação; Sistematização e Integração da Manufatura; CAD/CAE; Fabricação Flexível Automatizada e Automação de Processos de Fabricação. Em 1994 foi aprovado um projeto FINEP para construção de uma retificadora inteligente em conjunto com um fabricante nacional de retificadoras.
Fundação do NUMA

Em 1996, o Núcleo de Manufatura Avançada (NUMA) foi fundado, a partir da aprovação de um projeto intitulado “Integração da Manufatura” pelo Programa de Núcleos de Excelência (PRONEX) do Ministério de Ciências e Tecnologia (MCT). O NUMA era um projeto, que agregava pessoas de várias áreas do conhecimento e instituições, em torno da manufatura, como é o caso de empresas de manufatura reais.

À partir do ano 2000 foram desenvolvidos vários projetos, com destaque para a criação do Instituto Fábrica do Milênio (IFM), desenvolvido em parceria com várias universidades brasileiras e coordenado pelo NUMA. Financiado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e pelo CNPq, o IFM tinha como objetivo principal a  proposição, o desenvolvimento e a disseminação de mecanismos para o aumento da competitividade e do conhecimento científico e tecnológico das indústrias de manufatura, especialmente as de bens de capital, instaladas no país. A primeira fase se iniciou em 2001 e a segunda fase em 2006 (mesmo ano em que o novo prédio do NUMA foi inaugurado), tendo sido finalizado em 2009. Durante este período outro projetos também foram desenvolvidos por pesquisadores do NUMA, com apoio da CAPES, CNPq e FAPESP.

Em 2008, Brasil e Alemanha assinaram acordo de cooperação denominado BRAGECRIM (Brazilian-German Collaborative Research Initiative on Manufacturing Technology). Este acordo tem como objetivo desenvolver pesquisas conjuntas na área de manufatura, envolvendo mais de 30 instituições brasileiras e alemãs, sendo a coordenação brasileira do programa BRAGECRIM realizada por pesquisador do NUMA. O programa continua em andamento, tendo desenvolvido dezenas de projetos, promovendo intercâmbio de pesquisadores, e envolvendo mais de 300 pesquisadores brasileiros e alemães. Em 2013 o NUMA sediou o 5º Encontro Anual do BRAGECRIM, que contou com a presença de cerca de 60 pesquisadores que apresentaram as pesquisas desenvolvidas no âmbito do programa.

Qual a excelência do NUMA?

Sempre foi questionada qual a excelência do NUMA, qual a área especifica de atuação, onde o NUMA se destacava. Como uma empresa de manufatura a resposta era: em várias áreas relacionadas com a manufatura e principalmente na integração entre essas áreas e pessoas. A partir deste conceito o NUMA se destacou no cenário nacional. O NUMA recebeu alguns prêmios e teve um reconhecimento amplo, apesar de nunca existir formalmente.

A experiência do NUMA e de um projeto RECOPE (redes de cooperação em pesquisa da FINEP) na área de fabricação foram a base para a proposta do Instituto Fábrica do Milênio (IFM),que montou uma rede nacional de pesquisas na área de manufatura. O NUMA passou a ser a sede do IFM.

PRÊMIOS

NUMA

2000 – Congratulado com o Prêmio Parcerias Acadêmicas da SAP Américas com o projeto “Integrated Production and Supply Chain Management ” – IPROS. 27/01/2000

Prof. Henrique Rozenfeld

2013 – Homenagem por valorosas contribuições para a comunidade do IGDP e pela disseminação de conhecimento em Desenvolvimento de Produto, IGDP – Instituto de Gestão de Desenvolvimento de Produto.
2013 – Melhor artigo no 9º Congresso Brasileiro de Gestão de Desenvolvimento de Produto, na subárea Gestão de Desenvolvimento de Produto, IGDP – Instituto de Gestão de Desenvolvimento de Produto.
2009 – Semana da Engenharia de Produção – Henrique Rozenfeld, UNIARA.
2008 – X Semana do Livro e da Biblioteca da USP “Produção Científica”, Escola de Engenharia de São Carlos.
2002 – SAP Curriculum Development 2002, SAP Americas.
2000 – SAP Academic Partner, SAP Americas.
1979 – Prêmio Metal Leve de Engenharia Mecânica, METAL LEVE.

Prof. João Fernando Gomes de Oliveira

2011 – Prêmio Anísio Teixeira por contribuição à educação e pesquisa, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
2011 – Membro Titular em Ciências da Engenharia, Acadêmia Brasileira de Ciências.
2010 – Prêmio FCW Ciência e Cultura na Categoria Ciência Aplicada, Fundação Conrado Wessel.
2010 – Medalha da Casa Militar, Casa Militar do Estado de São Paulo.
2010 – Classe Grã-Cruz na Ordem Nacional do Mérito Científico, Governo Federal.
2008 – FELLOW DA INTERNATIONAL ACADEMY FOR PRODUCTION ENGINEERING, CIRP.
2007 – ORDEM NACIONAL DO MÉRITO CIENTÍFICO – CLASSE COMENDADOR, Governo Federal.
2006 – MTTRF AWARD (UM CENTRO DE USINAGEM MORI SEIKI, US$ 200.000,00), Machine Tool Technology Research Foundation – MTTRF – USA.
2006 – DISTINGUISHED REPRESENTATIVE OF THE WORLD S MANUFACTURING TECHNOLOGY, AMT The Association for Manufacturing Technology – USA.
2005 – MEMBRO, Society of Manufacturing Engineers – USA.
2002 – ASSOCIATE MEMBER, International Academy for Production Engineering – CIRP.
2002 – CORRESPONDING MEMBER, International Academy for Production Engineering – CIRP.
2001 – PERSONALIDADE DA TECNOLOGIA 2001, Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo.
2000 – PRÊMIO INTERNACIONAL DE U$100,000.00 DO CONCURSO SAP-AMERICA’S UNIVERSITY ALLIANCE GRANT AWARDS PROGRAMS, SAP – EMPRESA ALEMÃ.
1997 – PRÊMIO PEÃO DA TECNOLOGIA, SEBRAE – PARQTEC – VOLKS WAGEN.
1992 – PREMIO USP – PARADIGMAS DE ENSINO DE GRADUAÇÃO, UNIVESIDADE DE SÃO PAULO.

Prof. Reginaldo Teixeira Coelho

1999 – Louvor por publicação de livro, Egrégia congregação da EESC-USP São Carlos.

Prof. Aldo Roberto Ometto

2012 – Premio Nacional de la Academia de Ciencias de Cuba, Academia de Ciencias de Cuba (ACC).
2011 – Menção Honrosa, 3rd International Workshop Advances in Cleaner Production.

Prof. Daniel Capaldo Amaral

2013 – Prêmio no 9 CBGDP – Gestão de Desenvolvimento de Produto e Inovação, IGDP.
2012 – 1º lugar na área de Engenharia – “Kansei Engineering to support the construction of the product vision: integrating design and Project Management Theories”, IDEMI.
2009 – DR. Harold Kerner Research Grant – para apoio na pesquisa de doutorado de orientado, DR. Harold Kerner Institute of Leaning – Research Grant.
2008 – James R. Snyder International Student Paper of the Year Award for the Latin America region, Project Management Institute.
2002 – Prêmio Tecmaran-Preactor – 1o. Lugar na tese de Doutorado, Associação Brasileira de Engenharia de Produção/ Tecmaran.

Prof. Eraldo Janonne da Silva

2001 – Honra ao Mérito pela Obtenção do Título de Mestre em Engenharia Industrial, Universidade Estadual Paulista.

Prof. Kleber Francisco Esposto

2002 – Melhor trabalho em pôster na Área de Qualidade do XXII Enegep, ABEPRO – ENEGEP 2002.

Prof. Marcel Andreotti Musetti

2007 – Prêmio de Melhor Artigo Científico da área temática “Gestão da Produção”, com o trabalho: “A utilização de medidas de desempenho logístico no setor sucroalcooleiro: um estudo de caso exploratório”, XIV SIMPEP – Simpósio de Engenharia de Produção.

Prof. Mateus Cecílio Gerolamo

2010 – Melhor trabalho na Área de Gestão do Conhecimento Oragnizacional, XVII Simpósio de Engenharia de Produção, UNESP – Bauru.
2010 – Menção Honrosa, melhor artigo da área temática de “Gestão do Conhecimento Organizacional” do XVII SIMPEP, UNESP.
2010 – Menção Honrosa pelo trabalho intituludado “Relato da utilização de ferramentas e técnicas de gestão de projetos em um projeto de pesquisa acadêmica” por ter sido considerado o melhor artigo na área., XVII SIMPEP.
2002 – Melhor trabalho (poster) da área de Qualidade e Produtividade apresentado no ENEGEP 2002, ABEPRO – Associação Brasileira de Engenharia de Produção.

Principais datas

1988 – Montagem de um laboratório de CAD-CAM,FINEP

1988 – Projeto CIM Tupiniquim

1989 – Construção de célula rotacional na FIM, FINEP

1990 – Projeto CIM USP São Carlos

1990 e 1992 – Capacitação em CIM, RHAE-CNPq

1991 – Construção do prédio CAD-CAM, BID

1992 – Construção Fábrica Integrada Modelo, FAPESP

1993 – Capacitação em CIM, RHAE-CNPq

1995 – Construção de Retificadora Inteligente, PADCT

1996 – Projeto Integração, RHAE-CNPq

1997 – Núcleo de Manufatura Avançada, FINEP

2001 – Instituto Fábrica do Milênio, MC&T e CNPq

2001 – Projeto Temático: Tecnologia de usinagem com altas velocidades de corte, FAPESP

2006 – Inauguração do novo prédio do NUMA

2006 – Instituto Fábrica do Milênio II, MC&T e CNPq

2009 – Programa BRAGECRIM, CAPES/DGU

2013 – Reunião do BRAGECRIM em São Carlos